Joelma, líder da Calypso, se defendeu nesta sexta-feira (3) depois de ser chamada de homofóbica. As criticas foram lançadas a cantora após ela dizer a um fã gay que ele deveria se converter e dar orgulho a seus pais.

“Vai se converter, vai virar homem, vai casar, ter filhos. Seus pais vão ter orgulho de você. Sem contar papai do céu, que vai ficar assim com você, maravilhado”, disse a paraense  no vídeo.

O fã ainda rebateu os conselhos da musa e afirmou que os pais já tinham orgulho dele e que pretende adotar um filho.

O vídeo fez polêmica na internet e Joelma declarou na página do microblog que tudo não passou de um mal entendido.

“Amores, eu não sou homofóbica, estão criando uma tempestade em copo d’água. Amo todos os meus fãs gays! O fã, com o qual tive a polêmica conversa, já criou um vídeo em defesa de mim, mostrando que não fui preconceituosa”, explicou.